• Dengue

foto cetas Ricardo Wolffenbüttel 01

Foto: Ricardo Wolffenbüttel/ SECOM

Com o encerramento do contrato com o Instituto Espaço Silvestre, que realizava a co-gestão do Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres (CETAS) há 5 anos, o Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) trabalha no processo de transferência para formalizar nova colaboração para a gestão do local. Neste período, o recebimento de animais no local ficará suspenso temporariamente, sejam oriundos de apreensão, entrega voluntária ou de resgate, mantendo-se os cuidados dos animais que já se encontram em seu plantel.

“Contudo, o nosso trabalho para destinar os animais silvestres continuará sendo prestado por meio do encaminhamento para hospitais e clínicas veterinárias e para empreendimentos que possuam autorização para uso e manejo de fauna silvestre no estado, como os zoológicos”, explica a Gerente de Biodiversidade e Florestas do IMA, Ana Cimardi.

O Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres de Santa Catarina (CETAS/SC) está localizado no Parque Estadual do Rio Vermelho, em Florianópolis, e atualmente conta com 180 animais em tratamento.

O IMA reforça para o cidadão que precisar solicitar o resgate ao encontrar animais silvestres doentes ou feridos, que acione a Polícia Militar Ambiental pelo telefone 190 ou pelo aplicativo PMSC Cidadão. Já em ocorrências que envolvam animais peçonhentos o contato é com o Corpo de Bombeiros Militar pelo 193. Ao IMA caberá fazer a destinação adequada de todas as ocorrências conforme o disposto na Portaria n. 219/2023 referente à cooperação para o serviço de resgate da fauna silvestre no estado, que estabelece os procedimentos do resgate, atendimento e destinação dos animais.

Link da Portaria n. 219/2023: https://consultas.ima.sc.gov.br/portarias/visualizar/3524