Mais uma vez a Terra em sua infinita perfeição e sabedoria completou seu ciclo. Encerra mais uma volta em torno do Sol, que majestoso observa o movimento dos astros, sem perder o brilho.

Nesta terra, de tantos encantos e recantos, encontro-me alerta. Vivi e sobrevivi mais 365 dias. No alto dos galhos das árvores, no voo dos pássaros, no desabrochar de cada flor, no vai e vem das ondas, no correr dos rios, em cada verde, em cada espécie animal e vegetal, em cada gota de água, está o meu espetáculo.

Não cobro, não canso, não paro. Apesar de testemunhar e ser a principal vítima de tanta falta de conscientização, resisto. Ainda sofro com as queimadas, com a poluição, com o desrespeito. Ainda vejo filhos meus morrendo envenenados com plásticos e tantos poluentes, lançados sem cuidado algum. Ainda dói ver minhas águas sujas, contaminadas e contaminando.

Ainda vejo meus filhos sendo mutilados, e impotentemente perdendo a vida, sem ter feito nada, apenas por valer muito, ou por alguém achar que não valem mais nada. Para mim, valem. Para todos, na verdade. Ainda há desmatamento em todo o mundo. Áreas inteiras sendo colocadas abaixo, por ganância, por ignorância. Não sou eu apenas que choro quando uma árvore cai. O mundo inteiro, mesmo sem saber, também fica em prantos.

Ainda assisto a filhos meus serem presos. Indefesos, serem enjaulados. Perderem a imensidão do céu para viverem encurralados em centímetros de uma gaiola. Por melhor que forem tratados, deles foi furtado um dos bens mais preciosos, a liberdade.

Infelizmente, ainda vejo muita gente agredindo os meus, maltratando, menosprezando, assassinando. Poderia eu apenas me vingar, fazer o mesmo. Mas, não. Ainda prefiro e preciso oferecer o que tenho de melhor, doar sem esperar recompensa, viver e fazer viver. Porque sei que, apesar de tudo, quem sai mais prejudicado nisso tudo não sou eu.

Mas, vejo também e cada vez mais a consciência mudando. As pessoas se transformando. Hábitos substituídos. Certos materiais sendo evitados. Lixo descartado em menor volume e de forma correta. Aos poucos, o homem começa a acordar e a cuidar de mim e, consequentemente, de si mesmo. É um caminho longo, eu sei. Mas, são os primeiros passos de uma estrada linda em que terei prazer de estar em volta, colorindo e encantando.

É esperança, alento, alívio. É o suspiro. Um novo ar. Estarei aqui sendo o oxigênio que você respira, produzindo a água que você bebe e que tanto necessita, abrindo caminho para a luz passar. Permanecerei sendo o banho de mar no calor, a cachoeira nos dias de lazer, a trilha e suas incontáveis descobertas nos momentos de aventura. Continuarei como a brisa nas horas quentes, a sombra que protege e acolhe, a beleza que hipnotiza e surpreende.

Prometo que sempre darei show ao amanhecer, mesmo que você não veja, e que recompensarei o dia exaustivo no pôr do sol. Que minhas flores serão ainda mais coloridas e perfumadas e minhas árvores ainda maiores e sortidas. Garanto que meus filhos, quando respeitados, serão teus melhores aliados. Cantarão, se exibirão em alto mar ou nas florestas, quando possível. E se você permitir, serão até seus mais verdadeiros e fiéis companheiros.

O que te peço para este novo ciclo que vai começar é, permita-me viver e te fazer viver. Respeite-me e a si mesmo. Cuide-me, conserve, proteja, recupere-me. Não seja omisso.

Seja meu defensor e aliado. Conscientize-se e passe a frente esse transformar. Mude os hábitos. É aos poucos. Mas você consegue. Todos conseguem. Não é apenas por mim, é, principalmente, por você.

A minha saúde garante a sua. O meu bem estar faz o teu ser ainda melhor. O meu ar é o teu respirar. Da minha vida a sua acontece. Seja meu amigo e eu te prometo que serei para sempre sua. Darei o melhor de mim e pode ter certeza isso é o que de melhor pode acontecer neste mundo.

Um Feliz e Consciente 2019!

Mãe Natureza

O Instituto

Organização

CODAMS

Prêmios

Biblioteca

Portarias

Publicações Legais

Licitações

Acordos Extrajudiciais

Legislação

Convênios

Intranet

Editais de Chamameno Público

Licenciamento Ambiental

Concursos

Hospitais Públicos

E-Sic - Serviço Eletrônico de Informação ao Cidadão

Portal Corporativo SGP-e

SC PREV

Ecosistema

Balneabilidade

Biodiversidade

Educação Ambiental

Programas

Unidades de Conservação

Pesquisas em UCs

Fiscalização

Informações

TFASC

Denuncie

Municipalização

Autuados p/ Alegações Finais

Aplicação Aérea de Agrotóxicos

Sala de Imprensa

Notícias
Galeria Multimídia