O Instituto do Meio Ambiente √© o √≥rg√£o ambiental da esfera estadual do Governo de Santa Catarina. Atua com uma sede administrativa, localizada em Florian√≥polis, e 16 Ger√™ncias Regionais distribu√≠das em todo o Estado. Criado em 2017, em substitui√ß√£o √† Fatma, Funda√ß√£o do Meio Ambiente que atuou por 42 anos, o IMA tem como miss√£o maior garantir a preserva√ß√£o dos recursos naturais do estado por meio:

  • da Fiscaliza√ß√£o, que atua para evitar que recursos naturais como florestas, animais selvagens, rios e todo tipo de mananciais de √°gua, dunas, areia e argila, entre outros, sejam degradados ou explorados at√© a extin√ß√£o;
  • do Licenciamento Ambiental, que garante a conformidade de obras - como rodovias, usinas hidrel√©tricas, redes de transmiss√£o de energia, gasodutos e oleodutos, esta√ß√Ķes de tratamento de √°gua, esgoto e efluentes industriais, condom√≠nios, loteamentos e empreendimentos tur√≠stico-imobili√°rios - com as legisla√ß√Ķes ambientais federal, estadual e municipal;

  • do Programa de Preven√ß√£o e Atendimento a Acidentes com Cargas Perigosas que, em conjunto com a Defesa Civil de Santa Catarina, fiscaliza o transporte de produtos t√≥xicos pelo estado, atende com equipe t√©cnica especializada os acidentes com este tipo de carga, evitando danos maiores ao meio ambiente e √†s comunidades envolvidas, e ainda habilita os motoristas destes ve√≠culos a agir com seguran√ßa no transporte e nos casos de acidentes;

  • do Geoprocessamento que permite conhecer as caracter√≠sticas e monitorar o meio ambiente por meio do levantamento e processamento de informa√ß√Ķes sobre o territ√≥rio catarinense (tipos de rocha, solos, relevo, recursos h√≠dricos e cobertura vegetal) obtidas atrav√©s de imagens de sat√©lite. Isso inclui o acompanhamento de invas√Ķes de √°reas de preserva√ß√£o, desmatamentos e derramamentos de √≥leo no mar;

  • de Estudos e Pesquisas Ambientais, em que bi√≥logos, ge√≥logos, ge√≥grafos e outros especialistas desenvolvem pesquisas sobre as condi√ß√Ķes originais e atuais da flora e fauna catarinenses, tornando-as de conhecimento p√ļblico por meio de publica√ß√Ķes t√©cnicas distribu√≠das a cientistas da √°rea, institui√ß√Ķes ambientais de todo pa√≠s, bibliotecas, prefeituras, escolas e ONG's (Organiza√ß√Ķes N√£o-Governamentais);

  • da pesquisa da Balneabilidade, um monitoramento da qualidade das √°guas do mar para o banho humano que o Instituto realiza desde 1976 em todo litoral catarinense, semanalmente durante a temporada de Ver√£o e mensalmente durante o resto do ano. Seguindo crit√©rios da Resolu√ß√£o Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente), os t√©cnicos avaliam os pontos que mais suscet√≠veis √† polui√ß√£o e o IMA disponibiliza boletins com os resultados √† imprensa, prefeituras do litoral, popula√ß√£o e turistas.